A arte do retrato fotográfico

Curso de fotografia: A arte do Retrato Fotográfico.

Um aprendizado baseado na admiração dos mestres do genero.  Técnica, estética e arte na fotografia. Ser contagiado pela alegria de olhar para a obra dos grandes fotógrafos. Aprender com esse enamoramento pelas imagens. Uma especie de rock n roll imagético.

 
A ARTE DO RETRATO

Curso de 5 aulas. 3 horas cada aula.

O curso é um mergulho na experiência de fotografar retratos, tz o gênero mais popular, mais intenso da fotografia. Para compreender a sessão de retrato como um jogo, uma fonte de alegria: o bom fotógrafo provoca alegria, tanto nele como em seu modelo e tambem no publico que depois olha suas imagens. Alegria e admiração andam juntas. A admiração surge quando se reconhece os traços do passado no trabalho do presente. Aprender a fotografar se faz olhando  fotografias e admirando os fotógrafos. Compreendendo sua técnica, seu ambiente de trabalho, sua motivação, sua lógica e depois a alegria e admiração aparecem no nosso trabalho. Criar imagem é trabalho de amor e admiração.

Sugiro ao aluno que desenvolva seu próprio método. A técnica é  a facilidade para chegar na sua visão. Cada fotógrafo necessita dominar a técnica necessária apenas para a imagem que ele persegue.

Cada aula examina a obra de alguns mestres. O trabalho dos alunos é sempre benvindo e através de cada dificuldade aprendemos a técnica. A melhor maneira de se tornar fotógrafo é desenvolver o gosto pela fotografia.

Aula 1- O retrato realista na luz natural.

Composição, direção do modelo, precisão.

Reflexões sobre a obra do fotografo alemão dos anos 30, August Sander. Seus retratos compõem um painel da Alemanha entre guerras e são referencia importante entre os minimalistas, na cultura europeia, no ambiente de arte.

Aula 2- Iluminação, glamour e minimalismo.

Compreensão da luz artificial e composição.

Os retratos de Richard Avedon e Irving Penn. Talvez os maiores fotógrafos no campo de moda, retrato e arte. Depois de se consagrar como um mestre do glamour, Avedon desenvolveu uma obra minimalista, ultra realista/ psicológica para expressar a fragilidade do individuo, utilizando de recursos mínimos de estúdio.

Penn é o oposto de Avedon. Clássico, elegante.. a composição sempre, acima de qualquer outra preocupação. Um gênio, criou obras primas do mais alto nível para Vogue. Ele tem um trabalho belíssimo, antropológico, todo baseado na ilustração do século 19 , com etnias não assimiladas a cultura ocidental ao redor do planeta.

Esses dois fotógrafos são o supra sumo da técnica de luz e composição no retrato.

Aula 3- A reinvenção na sessão de retrato.

Annie Leibowitz e as fotos de celebridades que fascinaram a cultura pop nos anos 70, 80, 90.. nas revistas Rolling Stone e Harpers Bazzaar. O trabalho de Annie tem uma atitude muito peculiar e de certa forma faz uma crônica da sociedade americana no tom oposto de Sander, que estudamos na primeira aula. É um trabalho de excesso, mistura, hibrido. As vezes de mau gosto porem talentoso sempre.

Em termos técnicos, ela mistura luz artificial e natural, transforma os ambientes realistas, cotidianos em cenários teatrais. É um bric a brac entre comercial, artístico, usando influências de tudo quanto é lado.

Aula 4- Erotismo e sensualidade no eixo da identidade.

O ser humano é  erotizado e atraente. Helmut Newton, Bruce Weber e Mapplethorpe olham qualquer individuo com erotismo e atração. No Brasil, Alair Gomes fez o mesmo. Fotografia sempre será ligada ao erotismo.. produz erotismo.

Até a luz é erótica no trabalho de Newton e Weber. Tecnicamente, estudamos como iluminar o corpo humano, seja no sol ou com luz artificial.

Aula 5- O auto retrato.

Para completar uma viagem pela fotografia de retratos é fundamental falar do auto retrato. Desde a pintura.. de Durer, Velasquez a Van Gogh.. o auto retrato é uma confissão ou encenaçao e pode ser uma troca de identidade como no trabalho de Cindy Sherman. Seu Untitled film stills faz uma coletânea de atitudes e clichês femininos tirados de todas as narrativas, cinematográficas ou fashionistas, aonde a mulher se esconde no cotidiano.

A técnica de autorretrato é parecida ao trabalho de equilibrista porque o artista é fotógrafo e modelo ao mesmo tempo. Toda a técnica acumulada nas outras aulas é revisitada então.

Professor/ Flavio Colker_  Fotógrafo de capas de disco, revistas, teatro, dança, moda e publicidade com cinco retratos na coleção de fotografia do MAM SP.

Professor de fotografia publicitária no Depto de Comunicação da PUC RJ

Professor na EAV RJ.

Anúncios

One Comment to “A arte do retrato fotográfico”

  1. Vai ser um sucesso! Adoraria fazer o curso… quem sabe em outro momento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: