Archive for ‘Estrutura e sensibilidade’

setembro 2, 2014

Ela

tetelistradayellow2

Ela.Jato de tinta sobre papel de algodão. 100×75. 2/5. Coleção Marta Garcia.

Anúncios
setembro 1, 2014

Escola de Artes Visuais/ Cantão. Edição especial de autor

O Cantão e a Escola de Artes Visuais do Parque Lage (EAV) desenvolveram uma linha de t-shirts exclusivas assinadas por artistas formados pela EAV. A renda foi revertida para a instituição, em apoio às artes.

agosto 31, 2014

Máquina de ilusão

cromaquis2web

Jato de tinta sobre papel de algodão. 1/3. 60x90cm.

 

 

agosto 31, 2014

Celeiro

barnNHsized

20x15cm jato de tinta sobre papel de algodão. 2/3.   coleção Patrick Mikaeloff.

agosto 29, 2014

Estrutura Rural #2

tempobrasil11

15x20cm  jato de tinta sobre papel de algodão 1/3

agosto 29, 2014

e espero alí um reencontro com a minha amada

tempobrasil8.1web35

40x26cm. Jato de tinta sobre papel de algodão 1/3 coleção Italo Moriconi

 

agosto 29, 2014

Cão Rothko

blackholedogweb

70x100cm. Jato de tinta sobre papel de algodão. Coleçao Claudio Antunes.  Menção/ Premio PortoSeguro.

agosto 29, 2014

Minissaia

minissaiaenquadradoweb

100x70cm- jato de tinta sobre papel de algodão. 3/5         Coleções- Frances Reynolds Marinho , Aniela Jordan.

agosto 29, 2014

Casa Vassoura

casavassoura

70x100cm. Jato de tinta sobre papel de algodão. 2/3. Coleção Martha Pagy

agosto 28, 2014

corpo dissolvido na matéria em movimento

corpodissolvidoweb

70 x 100. 1/3 . Coleção Bia Kuhn.

agosto 28, 2014

Old news

jornais3web

50×35. jato de tinta sobre papel de algodão. 2/3. Coleçao Particular.

 

agosto 28, 2014

Infanta

infantaweb

60x90cm. Jato de Tinta sobre placa de acrilico. 1/1. Coleção Analú Nabuco.

agosto 28, 2014

the book is not on the table

books1web

70x100cm 2/3 jato de tinta sobre papel de algodão. Coleção Jaqueline Vojta.

agosto 28, 2014

Frescobol

frescobol                                 frescobol - 100598046632750

1/1. diptico. 50×50 e 50×50 cm. jato de tinta sobre papel de algodão. Coleção Paula Toller/ Lui Farias.

 

 

agosto 28, 2014

espuma do mar

dramamarweb

Jato de tinta sobre placa de acrilico. 70 x100. 1/1

agosto 28, 2014

Esguicho

verao esguicho web

100×70. 1/3 Jato de Tinta sobre papel de algodão.

agosto 28, 2014

os apóstolos

saintpaul

35×50. 1/3. jato de tinta sobre papel de algodão.

agosto 28, 2014

Europa

hydepark5web

75×100. 1/3. Jato de Tinta sobre papel de algodão.

agosto 27, 2014

sono

Urcadormetratadoweb

fevereiro 20, 2013

Cholula

Cholulla

abril 1, 2012

Beijo

abril 1, 2012

Cortina

março 29, 2012

Cerca

 

Um dos museus de antropologia do Mexico exibe um prato de ceramica pré hispanico com o mesmo desenho dessa cerca, feita de placas pré fabricadas de aluminio. Mexico é feito de camadas.

fevereiro 14, 2012

ele e ela enamorados

 

60x90cm 1/3

dezembro 8, 2011

sex

 

60x40cm 1/3

dezembro 8, 2011

Plastico #2

dezembro 8, 2011

diferentes

dezembro 8, 2011

chuva

25

25 x37cm 2/3 coleçao Eleny Eksterman.

 

 

dezembro 2, 2011

Moldura

Frame. 70×100. 2/3 coleção particular.

novembro 26, 2011

horizonte

 

60x90cm 1/3

novembro 26, 2011

Indiferentes

 

Diptico. 2 fotografias de 35 x25 impressas em papel de algodão.  3/3        Coleções- Antonio Murta, Antonio Quinet

novembro 26, 2011

Indiferentes #2

 

 

novembro 26, 2011

Volume

 

Controle. O controle dos instintos é fundamento das religiões monoteistas. Daí a necessidade de abstração.

novembro 26, 2011

Drama Queen

 

60×90 jato de tinta sobre acrilico. 1/3

outubro 24, 2011

As gueixas

O valor da fotografia é maior do que suas características técnicas ou estéticas. Ela se potencializa na simbiose com a memória, afeto, existência, transfiguração do acaso em oportunidade, materialização do tempo e desmaterialização do mundo. Os surrealistas adoravam fotografias por serem banais, fantasmagóricas, pessoais, negativas x positivas, miméticas; por seu caráter de fragmento. Do surrealismo vieram Cartier Bresson e Man Ray. Os dois descobriram no acaso, a mola propulsora da fotografia e ela nos liberou para admirar o acaso, desligado da superstição. Há tambem essa angústia terrível de assistir a multiplicação de imagens, vagando por aí, precisando de algum olhar.. A imagem é a fonte da juventude, o fruto da busca  pela vida eterna. Fantasma, a imagem assiste o mundo envelhecer. Imagem apareceu para substituir, Zombie sugando da vitalidade que duplicou. Simulacro de nossa identidade. A fotografia é a pedra fundamental, principio desse mundo em que vivemos: telas, mensagem, comunicaçao, informação. Reprodução de fantasmas. A imagem inalterada sublinha o horror do envelhecimento e da deterioração. O retrato de Dorian Grey.
Em 2010, encontrei 4 slides estragados.. restos de uma sessão de fotos vagando em gavetas úmidas. 4 imagens vencidas pelo tempo. Quando encontramos um trabalho estragado, sentimos raiva, nos sentimos envelhecidos e derrotados mas eu estava exultante. Eu havia feito uma mudança radical, largado uma casa que era errada para mim, empacotado minhas coisas em um guarda moveis. Morei em casa de mãe, viajei, vaguei um tempo também até encontrar um novo lugar. Mudanças não saem barato.. custam perdas e danos mas quando encontrei os 4 slides estragados no fundo de uma gaveta, senti que havia descoberto um tesouro. As gueixas tatuadas pela umidade eram filhas de Man Ray. Um acaso surrealista. Ampliei, emoldurei e entreguei para a galeria de arte.

agosto 19, 2011

Minissaia

A fotografia é revelada. Essa, das pernas da Luzia, levou mais de 20 anos para revelar..  e ganhar o espaço dela. Fiz a foto em  casa,  ví as sombras nas pernas e o instinto me dizia que era uma boa foto. Depois,  os contatos confirmaram a intuiçao. Ampliei em 24 x 30cm e não sabia o que fazer com a imagem.  Ela andava numa pasta. Quando montei um site de fotografo, inclui as pernas, porque gostava.. e mesmo assim ela não pertencia. Anos depois, enviei a foto para um projeto de parceria entre a Escola De Artes Visuais do Parque Lage e o Cantão. Daí a imagem foi estampada numa camiseta… Logo depois ampliei em um metro de altura. A ampliação definitiva criou um totem, foi para a galeria de arte.  A camiseta é um objeto surrealista em que um par de pernas veste o tronco. O surrealismo me ensinou muito a lidar com a fotografia. Essa imagem pertence a ele.

agosto 19, 2011

Sombra de árvore no Rio de Janeiro.

Uma semana depois de fotografar a cadeira em Los Angeles, eu estava de volta no Rio de Janeiro e fotografei essa sombra no terraço do apartamento. Queria demonstrar uma equivalencia que ocorre no olhar e une asuntos e tempos dispares. Não acredito muito em planos e cerebralismos no meu processo de trabalho e logo abandonei esse tipo de procedimento. Se eu fosse inteligente mesmo, trabalhava na cura de doenças e para erradicar a pobreza, algo assim. Sou apenas um cara teimoso, desajustado que gosta de mostrar imagens aos outros.

 

agosto 19, 2011

cadeira em Los Angeles

Essa foto é uma citação a fotografia americana dos anos 70. Estava em Los Angeles e toda a formação que  tive, olhando o trabalho de Lee Friedlander,  Robert Adams,[2] Lewis Baltz,[3]  Frank GohlkeStephen Shore[4.. , apareceu quando olhei essa cadeira. Apertei o botão.. clac.

agosto 18, 2011

Cabelos no canavial

Paula Toller. Fotografamos num canavial em Pernambuco. Eu procurava uma imagem para a capa do disco. Acabou saindo, de uma foto dos tres. Gosto mais dessa… do primeiro plano desfocado, os cabelos e as folhas que se equivalem, unss pra cima, outros pra baixo; gosto das fotos por esses motivos, pelas razões mais peculiares.

agosto 18, 2011

Samba..

Escola de samba é chato porque é folclore mas tb é um Extase! A bateria, as mulheres sambando. Tudo muito intenso, sexual. Essa imagem é de um ensaio da Viradouro, em NIteroi. Fotografei o carnaval inteiro, dos ensaios ao desfile, para o “patrono” da escola. Fiz um album.

agosto 18, 2011

Cavalo

Amo essa foto. Bicho lindissimo…

agosto 4, 2011

Toby

Toby